3.2.09

Temos de ser bons em qualquer coisa...

3 comments:

ATRIBUTOS disse...

Pois,

A falta de médicos com especialidade em obstetrícia e ginecologia, e a falta de enfermeiras-parteiras, faz com que seja mais fácil e com menos perigo para a criança e para a mãe, efectuar partos desta maneira.
Quando e se essa falta for colmatada, o que vai demorar mais de 10 anos, o recurso ao nascimento por cesariana irá diminuir.
Por outro lado, as mães (e os pais, claro), algumas delas, preferem esta forma, pois que quando "acordam" já a criança está cá fora, e também porque podem programar "ao milímetro" o nascimento do/a filho/a.
Tudo em prol da facilidade e do facilitismo.
(Não se entenda por isto que digo, que eu entenda que a mãe deva sofrer com as dores do parto, por ser esse o seu dever. A ideia base da notícia, é negativa para Portugal. Estamos uma vez mais na cauda da Europa).

Melhores cumprimentos

JM

Victor Afonso disse...

Só falta superar o record actual do nascimento de 8 gémeos e ficamos mesmo na vanguarda.

Joana Lopes disse...

Claro que a notícia é negativa para Portugal.

Quanto a 9 gémeos,vou por aÍ: como os jornais agradeceriam!