6.5.09

Foi você que pediu para ser espancada?

5 comments:

T.Mike disse...

Em resumo:
Levas um enxurro, mas tudo está correcto desde que se não note
Eu adoro estes tipos, fundamentalmente pelas sauas preocupações humanitárias...
Santa e sacrossanta hipocrisia...

Ana Cristina Leonardo disse...

oh joana, peço desculpa: mas que raio de espancamento é este afinal?!

Joana Lopes disse...

Conselhos sobre modo de espancar, Ana Cristia. Não sei se a percebi.

José de Sousa disse...

Eis um humanista, talvez fugido do Ocidente, e certamente que um homem bondoso. As crianças são para serem respeitadas na sua inocência, respeitemo-las; e as mulheres não são uma mercadoria, um trapo qualquer que se possa cortar ou rasgar; nada, pois, de ferir, de fazer sangrar, de pôr nódoas negras. Bater com jeito. Com bondade.
Haverá, talvez, um pequeno afastamento dos feminismos em curso, mas isso foi carga que não conseguiu levar aqui do Ocidente. E depois, entre nós, também se vão dando umas tantas e com muito amor. Faltou-lhe o feminismo, mas não precisou muito de seguir os nossos exemplos.
Ele virá a dar contas ao seu Deus. E, pela certa, que tudo se acertará. A bem. O nosso, tudo indica, também daria um jeitinho a essas pequenas coisas. Para isso haveria sempre a Sua Infinita Bondade.

Ana Matos Pires disse...

Percebo que a Joana não tenha percebido a pergunta da Ana Cristina, também não percebi. "Este" espancamento é um espancamento, ponto.