1.6.10

Delírios


«Invadido pela preguiça e ao ver que não penso fazer nada, imagino, sem sair da cama, que me contrataram para dar conselhos ao governo catalão. Reparo que, embora os dias da semana tenham nome, as noites da semana ainda não foram baptizadas por ninguém. Decido então sugerir ao governo que comece a procurar um nome para essas noites. E digo para comigo que hoje já trabalhei o suficiente. A minha ideia poderá interessar ao governo? De certeza que, da maneira como aceitam tantas iniciativas extravagantes, pensariam que mais uma não teria importância.» (p. 79)
...

3 comments:

sao disse...

Finalmente, cá está ele! É um livro fantástico e que, como a Joana sabe, me fez imensa companhia...
Bjs

Joana Lopes disse...

Eu sei, eu sei: pensei nisso quando pus aqui este texto.

(Mas Guatemala em Dez? Apesar dos vulcões que nos perseguem... Eu sim, a João também e a Cristina (do Porto))

Ana Cristina Leonardo disse...

pois é... o Matas escreve em espanhol e não será por acaso