28.7.10

Morreremos cheios de saúde


Se ainda fosse vivo, Vinicius de Morais dificilmente viria agora a Portugal em voo da TAP, porque nem lhe seria permitido trazer uma garrafa de Johnnie Walker na bagagem de mão por razões de segurança, nem lhe dariam a bordo uma daquelas míticas miniaturas que enchiam tabuleiros depois das refeições.

Acabo de ler no ma-shamba que, desde há três meses, a TAP deixou de servir a bordo (mesmo pagando-se alguns euros) «bebidas destiladas». Ou alguém descobriu que um dos terroristas que deitou abaixo as torres gémeas tinha emborcado três garrafinhas de Famous Grouse ou, depois dos cigarros, vem aí uma proibição generalizada do álcool, sem se passar sequer pela fase das etiquetas: «Beber mata». Claro que mata (e também engorda…), mas proibir não resolve e cada um vai morrendo como pode, com eutanásia ou sem ela.

Tenho amigos, com tanto pavor de voar, que só conseguem (ou conseguiam…) fazê-lo um pouco «tocados». Resta-lhes agora xanaxes - que também vão matando, mas muito mais civilizadamente.
...

4 comments:

cs disse...

o xanax , assim como assim, sempre alimenta uma multinacional farmacêutica, não estou a ver num futuro próximo a proibição.

Também concordo, arriscamo-nos a morrer cheios de saúde, ohhhh....mundo pós moderno!!!!

jpt disse...

JL, para além do prazer de bebericar uns whiskizitos a bordo (não tenho medo de voar mas ajudam a dormir nas longas noites) o que realmente irrita é o "ambiente moral" reinante. Verdadeiramente reaccionário, para além dos ícones que se agitam

Joana Lopes disse...

Exacto, jpt, fartei-me de escrever isso a propósito do fumo.
Dentro de duas semanas, vou fazer Londres-Moscovo na British A. Vou ver se se passa o mesmo.

JMG disse...

Eu julgava que o nanny state, com a sua preocupação com a nossa saúdezinha, e o fumo, e a gordura, e mais o à-vontade no meter o nariz na vida e na casa de cada um - eram tudo coisas de certa esquerda. E que viver e deixar viver era mais coisa de liberais e conservadores. Quão enganado estava! Aprende-se muito na blogosfera.