25.1.11

Censura tunisina


Num artigo publicado em The Atlantic, o responsável pela segurança do Facebook veio agora explicar como os seus técnicos procuraram impedir a censura à internet, exercida pelo governo de Ben Ali. Esta concretizava-se através no roubo de passwords e foi detectada na sequência de queixas de utilizadores cujas páginas desapareciam, pura e simplesmente.

A situação piorou a partir de Dezembro e os responsáveis pela rede social desviaram então todos os dados para um servidor https (encriptado), conseguindo barrar grande parte das tentativas de espionagem, e exerceram um controle mais apertado da identificação dos utilizadores. Mesmo assim, era por vezes impossível aceder ao servidor https, por interferência governamental.

Tudo isso acabou agora, mas o Facebook apressou-se entretanto a esclarecer que a sua acção se desenvolvia num plano técnico, para garantir a segurança, e não na arena política.

Quando estive o ano passado na Birmânia, o meu correio electrónico também passava por um servidor htpps – do governo militar, obviamente.

No século XXI, o lápis azul é outro. Mudam-se os tempos, mas não as vontades, e continuamente vemos novidades, diferentes muitas vezes da esperança...
...
...

1 comments:

الرجل ذبح بعضهم البعض ولكن الخيول باهظة الثمن disse...

No Caso do Egipto o próprio Facebook
transferiu informações para o governo egípcio sobre as contas, alguma coisa devem ter ganho com isso

Osni Mubaracu vai ficar mais 30 anos
impediu o acesso totalmente

a prisão de alguns activistas mais activos não estava a dar resultados

uns 40 a 50 feridos no Suez e uns 4 ou 5 mortos

a revolta popular falhou
o exército reforçou a polícia de choque em Alexandria e no Cairo

400 a 500 presos dizem alguns
outros dizem que só no Suez foram 100
as redes de informação são pouco fiáveis

6 blogues desapareceram...e um deles já tinha 4 anos
a censura internética existe

e o facto de muitos sistemas permitirem gravar os IP's
nem sequer é preciso informação de tráfico por parte dos que fornecem
os serviços de alojamento das páginas

4
telepac.pt
Torres Novas, Santarem
9:46:37 pm
5
95.93.9.#
Unknown
9:46:33 pm 1 0:00
http:t=1295984902009
é só analisar a informação

via sitemeter
ou ter blogues armadilha que gravam IP's dos comentadores

é o admirável mundo novo de 1984 ou de 2030 tanto faz