4.4.13

Conta-me narrativas



Ricardo Araújo Pereira, agora já depois de ter ouvido Sócrates.

«José Sócrates foi estudar para o país de Monsieur Jourdain e descobriu, não que fala em prosa, mas que Portugal está imerso numa narrativa. São ambas descobertas do âmbito filosófico-literário e feitas no mesmo território. (...)
Olhando para o país, parece-me lírico todo aquele que inclui Portugal no género narrativo e não no dramático. O PS e o Governo podem andar ocupados a esgrimir narrativas, mas os portugueses parecem mais interessados em que se discuta o drama.»

Na íntegra AQUI.
.