29.9.13

Reflectir?



«Refletir em superfícies espelhadas é fácil, mas tentam fazê-lo num país cada vez mais baço. (...) Porque é que a CNE não deu ordens sem ambiguidades, como "pensem", "ponderem", "meditem à séria"? Acresce que "reflexivos", como nos pediram para estarmos hoje ao votar, é desnecessariamente próximo de "reflexos", que é reagir involuntariamente. A CNE sugere que é isso que vamos fazer: votar como o estertor de uma pata de rã? Há matéria para a CNE ser processada pelos eleitores.»

Ferreira Fernandes