28.9.14

Reflexão do dia



Há só uma coisa que me entristece: ver tantos amigos cujos velhos ideais parecem estar reduzidos ao entusiasmo pelo mal menor. Não deve ser gente feliz.
.

4 comments:

João Vasconcelos-Costa disse...

Também a mim. Partilhei.

vítor dias disse...

Com respeito pela maior parte dessas pessoas, ainda não se escreveu o suficiente (e eles não compreenderiam) sobre o tempo de desorientação, ansiedade, a urgência a matar o espírito crítico que estamos a viver em razoáveis segmentos da «intelectualidade» portuguesa. Haja calma.

Joana Lopes disse...

«A urgência a matar o espírito crítico» - é isso mesmo, Vítor Dias.

João Vasconcelos-Costa disse...

Como tantas vezes escrevo, a impaciência não é uma virtude revolucionária. Acho que até até tem mais sentido pensar isto quando se é quase setentão, como eu.