7.11.14

«Olhe que não, olhe que não!»



Este ano vai com um dia de atraso, mas é um ritual: recordar um dos debates mais célebres – e mais longos – que teve lugar na televisão portuguesa, em 6 de Novembro de 1975. Um frente-a-frente entre Mário Soares e Álvaro Cunhal, que durou 3 horas e 43 minutos, sem publicidade pelo meio nem interrupções por urgências futebolísticas, que o país parou para ver e para ouvir, sem saber que estava a menos de três semanas do 25 de Novembro.

Dessa noite, ficou para a história uma frase com que Cunhal respondeu a Soares quando este afirmou que o PCP dava provas de querer transformar Portugal numa ditadura: «Olhe que não! Olhe que não!»

Um curto excerto:



(AQUI, três vídeos onde o debate pode ser visto na íntegra – boa sugestão para um noite de insónias ou para um ataque de gripe outonal.)
.