Páginas

31.10.15

Delicadeza institucional


No discurso do passado dia 22, o Presidente da República mostrou o seu profundo desagrado quanto à hipótese de um possível futuro governo vir a depender do BE e do PCP – excluiu-os da arena da governação. 

Estas forças políticas perceberam o recado e foram suficientemente delicadas para não incomodarem ontem a primeira figura de Estado, não comparecendo numa cerimónia em que ele era o anfitrião. Fizeram bem, respeitaram a República.
.

0 comments: