Páginas

13.11.15

O melhor amigo da democracia



«De repente, toda a direita sabia mais sobre a esquerda do que a esquerda sabia sobre si. O JM Tavares explicou a Costa o que era o PS, Nuno Melo garantia que os eleitores do BE foram traídos, Henrique Raposo deu conselhos de como ser comunista ao Jerónimo. Faltou ver Assunção Cristas explicar aos Verdes como é que se faz um charro.

O mundo está ao contrário e tudo indica que assim vai ficar. Repare, o estimado leitor, que o PSD e o CDS garantem que vão chumbar tudo o que venha do XXI Governo. Ou seja, muito provavelmente, vamos ver o PSD e o PP a votar contra a Merkel e a CE. Aníbal Cavaco Silva vai ter de excluir o PSD e o CDS do arco da governação ao segundo chumbo das indicações de Bruxelas - "Votam sempre contra, são meros partidos de protesto, são umas esganiçadas, sempre contra alguém ou contra alguma coisa." Vamos ter Passos de rabo de cavalo e vou acabar a votar na coligação antitratado orçamental: o Pafemos. É esgotante. (...)

Esta revolução não foi um dia fácil para Passos Coelho, mas, no meio da tormenta, o que mais deve ter custado ao PM foi o voto do deputado do PAN. (...) Ninguém quer ser reprovado pelo PAN. Ser chumbado pelo PAN é pior do que ser afastado pelo Sampaio. Um chumbo do deputado do PAN são sete anos de azar com animais. Gatos pretos a passarem-lhe à frente de cinco em cinco minutos.

É bem provável que os cães de Passos lhe rosnem depois de ter sido considerado incapaz pelo PAN. Se o representante dos caniches no Parlamento não confia nele, como é que eles vão confiar? Se calhar, o PM chegou a casa e tinha os chinelos estraçalhados - "Ó Laura, porque é que as minhas pantufas cheiram a xixi?"

Mais que qualquer moção de rejeição de uma frente de esquerda, o chumbo do PAN é a certidão de óbito do Governo do PàF. Se o programa do XX nem para os animais serve, como é que o iam dar às pessoas?»

João Quadros

0 comments: