Páginas

14.12.15

Argel, «esta é a Voz da Liberdade»



Por razões de memória histórica e não só, há anos que procurava gravações da Rádio Voz da Liberdade durante os anos do fascismo, rasto das emissões que tantas vezes procurava ouvir, umas vezes com sucesso outras sem ele, com som mais ou menos roufenho mas sempre acolhido com emoção. Mais: há bem pouco tempo tentei mesmo encontrar algumas, a pedido de alguém que instalava o Museu do Aljube onde até à data não existem nenhumas.

Eis senão quando, numa conversa acidental, descobri há dois dias que um amigo tem muitas, feitas por ele e em excelente estado, com acabei de comprovar pela primeira que me enviou: uma verdadeira pérola que data certamente do dia em que Salazar morreu (era segunda-feira, nesse 27 de Julho de 1970, um dos dias da semana em que a Rádio emitia) e onde se dá conta também, entre outras notícias, do acidente aéreo em que morreram quatro deputados da ala liberal, ocorrido dois dias antes.



(Já vai a caminho do Museu do Aljube, com todos os agradecimentos e créditos atribuídos ao meu amigo Alexandre Romeiras.)
.

0 comments: