Páginas

25.2.16

Dickens na Beira Interior



Ricardo Araújo Pereira na Visão de hoje:

«O Centro de Solidariedade Social de S. João da Beira, na Covilhã, abrigou numa nova ala duas pessoas que viviam em condições de pobreza extrema. A Segurança Social de Castelo Branco inspecionou o centro e aplicou uma multa de 10 mil euros, porque a obra ainda não estava licenciada. (…)

10 mil euros é um preço simbólico a pagar por quem se atreve a abrigar pessoas necessitadas ilicitamente. Imagino o sofrimento dos utentes. Aquele acolhimento digno e humano nem devia estar a saber-lhes bem, se tinham consciência de que estavam a usufruir dele sem o carimbo requerido pela lei. (…) O mundo da solidariedade está perdido.» 

Na íntegra AQUI.
. .

0 comments: