Páginas

8.6.16

Cavalos sagrados



Em Asgabate, vale a pena passar pela coudelaria de cavalos da raça Turken Akhalteke, que foram premiados por Alexandre o Grande, por imperadores romanos e por Genghis Khan. São grandes, lindos, extremamente ágeis e muito resistentes, podendo viajar 150 km por dia, com pouca comida e pouca água.

Respeitadíssimos, são considerados «sagrados», embora sem as mordomias dos seus congéneres do Qatar, que vivem com ar condicionado e têm piscinas dedicadas, nem do Dubai, de onde são enviados para a Suíça durante o Verão para escaparem ao excesso de calor. Mas estes, por aqui, são acarinhados quando envelhecem e são já impróprios para saltos e corridas e têm um cemitério dedicado onde são enterrados quando morrem.


.

0 comments: