Páginas

16.8.16

Passos Coelho versão Tomás



Eu não ouvi o discurso de Passos Coelho no Pontal. Mas quando li isto pensei em quem? Em Américo Tomás, obviamente.

Mais a sério. O PSD não aprende, o seu líder é lamentável. E Mariana Mortágua tem toda a razão quando escreve: «Quando as possibilidades de uma oposição decente são minadas por um passado demasiado recente e a alternativa política é indizível, a única saída é mesmo desejar uma catástrofe que teima em não chegar.» 
.

0 comments: