Páginas

5.9.16

A nova santa de Calcutá e as crendices lusas




Além da crendice que esta notícia revela, mais do que as afirmações do doente entretanto curado, o que é extraordinário é que a Agência Ecclesia, órgão oficial da Igreja cá do burgo, a publique e lhe dê relevo.

O obscurantismo soma e segue, como se não bastasse já a canonização de personagem tão duvidosa. A propósito, vale a pena ler, por exemplo: Santos no siempre ejemplares.

(As fotografias foram tiradas por mim na casa da santa, em Calcutá…)
.

1 comments:

Rui Moreira disse...

Não existe uma certa similitude entre o referido "obscurantismo" e a crença ideológica em alguns ícones, normalmente, associados à esquerda mais radical?