Páginas

2.9.16

Dica (378)




«Na sequência do impeachment, houve países que decidiram oficialmente não reconhecer como legítimo o governo resultante do golpe. Seria bom que, também por gestos concretos, fizéssemos saber que Portugal, um pequeno país que se orgulha de ter feito uma revolução democrática, está com quem no Brasil não quer que se regresse ao passado. Isto é: com quem, em condições adversas, continua a lutar pela democracia.» 
.

0 comments: