Páginas

4.4.17

De França, bons ventos



… que dificilmente chegarão a bons casamentos.


«Embora Emmanuel Macron (26%) e Marine Le Pen (25%) permaneçam destacados nas sondagens – com o independente e centrista a vencer por margem confortável (59% - 41%) a candidata da Frente Nacional na segunda volta –, a ascensão rápida e consistente de Mélenchon a três semanas da ida às urnas volta a agitar a campanha eleitoral num país em que já é encarado como certo o fim da alternância no poder entre os dois maiores partidos. (…)

Um inquérito realizado pela Harris Interactive aponta que 53% dos eleitores querem que o socialista Hamon desista da corrida e apoie Mélenchon.» 
.