2.5.18

02.05.1968- Nanterre



Foi em Nanterre que se deu o pontapé de saída para o 3 de Maio na Sorbonne, em Paris.
.

3 comments:

Maria Celeste Ramos disse...

Pois os intelectuais só pensam no maio 68 - Esquecem Lisboa e Coimbra 1962 - Agronomia e Direito - Lá fora é que é

Joana Lopes disse...

Não seja ridícula! Procure o que neste blogue se escreveu sobre Lisboa 62 e Coimbra 69 antes de escrever disparates.

esteves, ayres disse...

A maioria dos académicos e intelectuais (e não só), e aqueles que ao longo do anos tem dominado a comunicação social, sempre tiveram um ódio de morte ao Jurista Arnaldo Matos!
E Porquê?
Porque sempre disse a verdade ao longo dos anos, e Isso incomoda muita gente....
Por esse motivo não o vêem nas Televisões , mas os corruptos os que tem prejudicado o povo e o país, esses todos os dias somos obrigados a levar com eles nas rádios, televisões e jornais..
Até sempre!

"(...)Inspirado na Grande Revolução Cultural Proletária na República Popular da China, na luta contra o revisionismo soviético nos países ditos socialistas e contra a exploração capitalista nos EUA, Canadá e América Latina, Maio de 68 despertou os jovens para a insurreição mundial.

Permitam-me os leitores a imodéstia de lembrar que o autor destas linhas foi um dos dirigentes máximos do Maio de 68 em Portugal, eleito em plenário nacional para a direcção do Movimento.

Isto só se recorda, porque indivíduos que andaram fugidos às responsabilidades pelo movimento apresentam-se agora a querer vangloriar-se de um papel dirigente que nunca tiveram.

É um escândalo e uma vergonha que alguém organize colóquios sobre o Maio de 68 em Portugal e não assegure a participação do autor destes tuítes nos respectivos colóquios.

Aprofundaremos toda esta discussão no próximo Sábado, dia 5 de Maio, de manhã, na sede nacional do Partido, na Av. do Brasil, onde celebramos o bicentenário do nascimento de Carlos Marx.

Viva o 1.º de Maio Vermelho!
Viva o Marxismo! Viva Carlos Marx"!

Retirado do Do tweeter de Arnaldo Matos
@ArnaldodeMatos