25.5.11

Atenas e os novos Sísifos


Vale a pena ler o que se vai escrevendo sobre a situação grega – et pour cause…É o caso deste texto que Jorge Nascimento Rodrigues publicou esta manhã no Expresso online - Crise grega: 1 cenário optimista e 4 de risco.

«A situação grega está ao rubro» e «A pressão europeia para que haja um consenso político alargado em relação ao 5º programa de austeridade em discussão em Atenas não está a conseguir ser concretizada. Antonis Samaras, o líder da Nova Democracia, partido de direita na oposição, pretende medidas mais radicais que as propostas pelo governo de Georges Papandreou. O partido de governo, PASOK, dispõe de maioria no Parlamento para fazer passar o 5º programa de austeridade, mas as pressões internacionais vão no sentido de um apoio alargado.»

Um jornalista alemão «considerou o primeiro-ministro Papandreou como o novo Sísifo da mitologia grega - de programa de austeridade em programa de austeridade, voltando sempre à estaca zero, com maior fadiga social e maior nervosismo nos mercados financeiros».

São cinco os cenários possíveis descritos, dos quais apenas um, muito pouco provável, é optimista.


A seguir – com a máxima das atenções.
.