2.6.14

Mas é assim que se governa um país?



«Ontem o porta-voz do PSD veio criticar o timing da decisão do TC, notando que, “se esta decisão ocorresse a partir do dia 16 de Junho, isto é, daqui a pouco mais de 15 dias, seria um momento a partir do qual” o país já não estaria dependente dos “credores internacionais, uma vez que o FMI no dia 16 daria por encerrado o programa de assistência financeira”. Mas, para Marco António Costa, o facto de o anúncio ter ocorrido agora “é como que um arrastar do país para, novamente, ter de dialogar com os credores, ter de dialogar com a troika relativamente a esta situação”.

Ou seja, com estas declarações ficámos a saber que afinal a troika não se foi embora. Está cá, não se vai limitar a tratar de questões técnicas e não se irá embora enquanto o Governo não apresentar um plano B para compensar os chumbos. E não vale a pena criticar o timing do TC, mas sim o timing daqueles que começaram a deitar foguetes antes da festa.»

(Do Editorial do Público de hoje) 

Além disso: na lógica do que disse o porta-voz do PSD, se o TC só tivesse anunciado as suas decisões no dia 17 de Junho, o que seria diferente? O governo não se sentiria obrigado a cumprir os limites do défice para este ano? Bateria palmas, aliviado, e festejaria as decisões tomadas no Palácio Ratton? Querem fazer de nós parvos?

E se desejam outras «boas» notícias, não desanimem: vem aí a reprovação da CES.
.
.

1 comments:

Irene Oliveira Ferreira disse...

Estas e outras são as parcelas da soma de "COMO ESTAMOS A SER GOVERNADOS POR IGNORANTES...".
Vem a reprovação do CES...Mas o que irá substitui-lo?...A raiva aos Reformados é tanta que vai novamente atingir os reformados. Mesmo com os duodécimos pagos mensalmente estou a ganhar menos do que metade da minha reforma prometida...sei que há quem esteja pior, mas só de pensar "para onde vai esse dinheiro que me tiram?...""Não fomos nós que nos endividamos, mas sim os corruptos, e nós é que ficamos presos para cumprir as nossos compromissos..."