Páginas

8.5.16

TTIP – uma iniciativa da Europa



«É preciso recordar como é que se chegou ao TTIP, se queremos afastar alguns “papões” sobre as más intenções americanas. Foi a Europa que deu o pontapé de saída para esta grande negociação quando iniciou com o Canadá um acordo comercial de novo tipo, mais assente nos standards do que nas tarifas, já de si muito baixas. O passo seguinte foi convencer os Estados Unidos, mas teve de esperar três anos até Obama dizer que sim. Logo que chegou à Casa Branca, o Presidente anunciou que os EUA tinham no Pacífico os seus dois desafios mais importantes: enquadrar numa ordem internacional liberal a emergência da China; responder à acelerada transferência de riqueza do Atlântico para a Ásia. (…)

O grande problema é que a Europa não tem uma estratégia para a sua relação com o mundo, seja com os EUA, com a Rússia ou com a China. É esse talvez o maior obstáculo da negociação, porque facilmente deixa cair o debate (como já está) nos transgénicos ou na carne com hormonas, nos mitos e nas realidades da superioridade europeia de defesa dos consumidores.»

Teresa de Sousa

0 comments: