Páginas

20.9.16

Paulo Rangel no seu melhor



É oficial: os cogumelos andam marados. Paulo Rangel, no Público de 20.09.2016:

«Depois da semana passada, Lisboa despertou sob o signo de dois “chavismos”. Um chavismo programático, enunciado nas três sentenças de Mortágua e na competição desenfreada do PCP para ultrapassar os ditames do Bloco de Esquerda. E um “chavismo” de modo ou de estilo — a que podemos chamar um “chavismo” carismático — consubstanciado no esforço visível para reabilitar Sócrates e, designadamente, no seu regresso formal a iniciativas políticas do PS. O PS, o seu Governo e António Costa vivem pois entalados entre o “chavismo” programático e o “chavismo” carismático. E no seu tacticismo permanente, orientado exclusivamente para um desígnio de sobrevivência política pessoal do Primeiro-Ministro, Costa e o PS são consciente e dolosamente responsáveis por esta “venezualização” em curso da nossa paisagem política.»
.

0 comments: