Páginas

27.12.16

O «Público» e a sua misoginia



O jornal que não tem cronistas do sexo feminino mostra-nos hoje 2017 através de 10 homens – todos brancos, obviamente (e também mais ou menos pitosgas, já que apenas um não usa óculos). Um friso cinzento que reflecte uma realidade lamentável, para a qual só há uma palavra adequada: misoginia.

Shame on you, Público, shame on us! 
.

2 comments:

João Martins disse...

E não mudará tão cedo, por muitos decretos sobre igualdade de género que se promulguem.

Fernanda disse...

O pior não é tanto o não estar nenhuma cronista no friso; é que o friso é mesmo muito mauzinho.