Páginas

15.12.16

O último abraço de António Lobo Antunes ao irmão João



Vale muito a pena ler este extraordinário e comovente texto de António Lobo Antunes.
.

2 comments:

Monteiro disse...

Já tinha lido. Tal como agora não me comovi e nem tive paciência para chegar ao fim. Eu sou lixado porque não me comovo com estas coisas. Sempre assim fui. Fui ver se o soldado estava morto e pelo pulso vi que sim. Apeteceu-me chamar-lhe parvo, logo ele que tinha vindo da prisão onde cumpriu 3 dias de prisão porque na vida civil não tinha pago 30 Escudos da licença da bicicleta. Quero lá saber do Lobo Antunes. O José Antunes até ia desmaiando quando lhe disseram que tinham feito um 13 no totobola. Nada de jeito, afinal Este Antunes quando morreu puseram-lhe metade de uma medalha com o número da tropa na boca conforme o regulamento e lá fizeram um inventário de nada para a família com uma carta do Comandante. Já andei a ver se via o nome dele ali em Belém e nunca o encontrei, nem cremado nem nada. Era pobre e por isso ninguém tinha sentimentos para com ele. Antes de morrer começou a bater no armário e pensei logo que estava bêbado mas não, Foi do clima disseram alguns. O clima na Guiné é lixado e o médico lá lhe pôs a causa da morte: Tinha sido uma pneumonia.

maria disse...

Gostei de ler.