Páginas

30.3.17

30.03.1922 - E já que tanto se fala em aeroportos…



Não sobra por aí algum a que se possa dar o nome de Gago Coutinho e Sacadura Cabral? E, já agora, convidando um escultor para fazer os respectivos bustos, sem arriscar que acabem parecidos com Dr Jekyll e Mr Hyde ou com o Bucha e Estica?

Reza uma lista de efemérides que eles iniciaram a primeira travessia aérea do Atlântico Sul em 30 de Março de 1922 e que chegaram a Fernando Noronha, depois de várias etapas e muitas aventuras. No dia 11 de Maio, data deste exemplar de O Século, descolaram daquela ilha – e muitas outras peripécias se seguiram. O Editorial do jornal e uma série de textos que preenchem a primeira página são absolutamente extraordinários, tanto quanto a forma como quanto a conteúdo. Não resisto:

«Estua mais forte o sangue nos corações lusíadas. Uma aura emocional desprende-se das almas e flutua e adeja e liberta-se para o Alto, em ânsia e em êxtase.

Hora santificada esta. Hora terníssima e religiosa, em que o espírito da Raça ampara e impele as suas polarizações mais belas para um infinito de glória. (…)

De novo a mais bela aventura da nossa Raça, para uma das maiores de todas as idades, a águia lusitana se libra, fitando o Sol, desafiando os elementos, orgulhosamente, dominadoramente. (…)
E uma saudade há-de cair dolente sobre a pedra tumular dessa «Lusitânia» de Sonho. Rico sarcófago para uma ânsia de infinito – o Oceano! Digna lágea sepulcral essa dos Rochedos – que desafiam os séculos – para um Sonho grande – que assombrou o mundo!»

.

1 comments:

Victor Nogueira disse...

A estas justas sugestões poderiam acrescentar-se os nomes de Bartolomeu de Gusmão, Sarmento de Beires, Magalhães Costa, sem esquecer Maria Amaral e Óscar Monteiro Torres