18.7.19

Vá lá, Portugal não é a Grécia




É o Estado grego que paga salários aos padres ortodoxos, não há separação entre Estado e igreja.
-

1 comments:

Francisco Manuel Gentil Apolónio disse...

Pois não! Mas neste aspecto ainda não atingiu a separação absoluta! Sem o apoio do Estado o que seria da Igreja Católica, Apostólica, Romana!