Páginas

26.4.16

Marcelo e o cravo: fumou mas não inalou



Corre pelas redes sociais uma foto com gritos de indignação por Cavaco não ter posto, ontem, um cravo na lapela. Não entendo já que foi apenas coerente consigo próprio.

Escandaliza-me mais que Marcelo tenha levado um cravo na mão, o tenha guardado debaixo da bancada, mostrado durante alguns segundo enquanto discursava e voltado a esconder. Tal como o outro, quis dizer-nos que fuma mas não inala. 
.

1 comments:

Victor Nogueira disse...

Cavaco nunca usou cravo; nisso foi sempre mais coerente - se descontarmos ter jurado cumprir e fazer cumprir a Constituição. Em contrapartida Miguel Relvas e outros do PSD sabiam "grandolar", de cravo vermelho ao peito ou pin com a bandeira do "protectorado" na lapela.