Páginas

20.11.15

20.11.1975 – Um governo «em greve» e uma manifestação convocada em poucas horas



Há 40 anos, os jornais anunciavam que, na madrugada de 20 de Novembro de 1975, a Presidência do Conselho de Ministros tinha emitido um comunicado onde explicava que o VI Governo Provisório decidira «suspender o exercício da sua actividade» até estarem garantidas condições para o exercício da mesma. O próprio primeiro-ministro confirmou-o, algumas horas mais tarde.



Na tarde do mesmo dia, teve lugar uma grande manifestação em Belém, com muitos milhares de participantes, convocada pelas Comissões de Trabalhadores da Cintura Industrial de Lisboa e apoiada pela Intersindical, PCP e FUR. Foi pedida a nomeação de um governo «verdadeiramente revolucionário» e gritou-se, repetidamente, «Suspensão é demissão!»

Para além da recordação da efeméride note-se o seguinte: a manifestação foi convocada para o próprio dia, não para semanas mais tarde, e repito que contou com a participação de milhares de pessoas. Num tempo em que não existiam telemóveis, nem internet , foi a rádio, o passa-palavra, telefonemas para empresas e para amigos, que serviram de arautos para a mobilização. E esta funcionou, sem hesitações. Dir-me-ão que estávamos em período revolucionário (mais exactamente, a escassos dias do fim do mesmo) e que havia esperança e espírito de luta. E agora? Se mais logo Cavaco anunciasse entraves à nomeação de um governo de esquerda, estariam ainda hoje, ou amanhã, muitos milhares de pessoas nos jardins de Belém? Permitam-me que duvide e agradecia que me explicassem por que motivo isso não aconteceria.
.

0 comments: