3.5.13

APRe! E regressaram as grandoladas



Foi hoje discutida, em Plenário da Assembleia da República, uma Petição em Defesa dos Direitos dos Aposentados, Pensionistas e Reformados, entregue no passado mês de Novembro – há quese seis meses, portanto.

Em comunicado ontem emitido, a APRe! esclareceu o seguinte:« É conhecido que o conteúdo concreto da petição deixou de ser oportuno atendendo a que o Tribunal Constitucional já se pronunciou sobre as matérias em causa. Contudo, continua a ser cada vez mais oportuna a discussão política sobre todas as medidas do Governo que cumulativamente têm vindo a penalizar os cidadãos na situação de reformados (designação genérica que adoptamos doravante). Consideramos, assim, que é particularmente oportuno que os digníssimos deputados da Nação, que também representam politicamente os eleitores reformados, tenham a oportunidade de apreciar e discutir publicamente a justeza das referidas medidas.»

Depois de Assunção Esteves dar por terminada a discussão da Petição, várias dezenas de pensionistas e reformados, presentes nas galerias, deram início a mais uma «Grandolada». A presidente da AR não gostou e disse que o que estava a acontecer «não ajudava à democracia» – opinião e problema dela... Não foi a primeira vez e não terá certamente sido a última que a ouvirá.


Juntamente com a petição, foi discutido ainda um Projecto de Resolução do Bloco de Esquerda que visava o aumento no valor de 15 euros de todas as pensões mínimas. Esta proposta, sujeita a votação, foi rejeitada pelo PSD, CDS-PP e PS. (*) Também pelo PS, insisto – para que não haja dúvidas.

(*) À hora a que escrevo, apenas sei que uma deputada do PS – Isabel Moreira - votou a favor do Projecto do Bloco e que Basílio Horta se absteve. 
.