25.8.12

«Diziam que éramos loucos, mas os loucos conseguiram fazer coisas»



Nuno Ramos de Almeida esteve em Marinaleda, a aldeia andaluza de Sánchez Gordillo, que tanto tem dado que falar. Com 2800 habitantes, «vive do trabalho comunitário e não aceita a troika nem a austeridade».

No ionline de hoje (mais na edição em papel).
.