Páginas

21.3.08

O que preferia não ter lido


Jorge Sampaio, em entrevista concedida ao jornal Sexta de ontem:

«No nosso século XXI, esquerda e direita tornaram-se conceitos ambíguos. Por isso, sempre que ouço esse género de comentários, interrogo-me, “mas o que significa mais à esquerda ou mais à direita em termos de políticas concretas e sustentáveis?”. A meu ver não podemos ficar reféns de debates ideológicos, cujo conteúdo deixou de ser claro. Importa, sim, contribuir para a renovação da prática governativa e para lhe dar novos conteúdos.»

14 comments:

Cristina disse...

Boa Pascoa, beijos, e doces. Muitoooos :)

JP disse...

Será que os politicos do PS ensandeceram? O capital turvou-lhes o pensamento? Senilidade? Esta mistificação que esquerda e direita são conceitos ambíguos... que mais irão arranjar para justificarem o injustificável: o PS governar por uma cartilha que, para além de não ser dele, trai os valores que diz defender! É que é mesmo difícil justificar as posições assumidas por este governo (nacional)socialista...

Joana Lopes disse...

JS está muito para além do PS, pelas funções que desempenhou e pelo seu passado.

Tivesse sido um membro do actual Governo a fazer estas afirmações e nem me teria dado ao trabalho de as citar.

Ana Cristina Leonardo disse...

o dinheiro não tem cheiro?

poesianopopular disse...

JS está muito para além do PS?
Como?
Eu penso que:esteve,agora não está além nem áquem!
JS é dos poucos políticos que consegue aliar inteligência e esperteza, daí o facto de não ser loiro nem moreno, é ruivo!
José Manangão

Joana Lopes disse...

Não sei se percebi bem o que quis dizer, J. Manangão. Quando eu disse «para além do PS», pretendi sublinhar que ele é ouvido como ex-PR e actual responsável por várias funções internacionais. Apenas isso.

poesianopopular disse...

Joana Lopes
OK então estamos com o mesmo leque só que eu abri um pouco mais!
Ainda assim, percebo o porquê do cinzentismo de JS.
José Manangão

Joana Lopes disse...

Ana Cristina: «Cheiro de dinheiro» a propósito de JS? Qual dinheiro? A reforma de PR? As missões na ONU que faz como voluntariado? Por aí não...

Anónimo disse...

c'est drole comme vos echanges passent a cote de l'esssentiel... eu tambem preferia não o ter lido! Abraço
Rosa

Joana Lopes disse...

Rosa, diz lá o que é para ti o essencial. Pode ser em francês, claro.
Um braço

Anónimo disse...

OK Joana, Aujourd'hui cette négation du clivage droite gauche sert juste a justifier toutes les mesures prises très anti-populaires et ne pas se contredire avec les idées soutenues et defendues pendant des années.... d'autre part c'est aussi une façon de na pas les assumer pas les idees, mais les mesures. Lire le texte de JS et dans un autre post voir que MRS veut a tout prix etre consideré comme un ancien anti-fasciste parce que finalement "ça passe bien", "c'est chic". et le respect de tous ceux qui l'ont vraiment été??je me pose des questions ou va-t-on??
Um abraço
Rosa

Anónimo disse...

j'ai oublie une petit question est-ce que JS se sent proche par exemple de Sarko, apres tout pourquoi pas il n'y a plus de debat d'idees.... et avec Sarko il n'y a pas il ne comprendrai pas...

Par contre il faut plutot parler du pouvoir economique et non plus du pouvoir politique. Serait peut etre plus juste et plus d'actualite mais bon...

Um abraço
Rosa

Joana Lopes disse...

Rosa,
Acho que tocaste, de facto, no cerne de várias questões.
Tudo isto, visto de França, deve ser ainda mais estranho.
Quando cá vieres, conversemos...
Um abraço

Anónimo disse...

Ficaria muito contente de conversar contigo.
Ate breve, um abraço
Rosa