23.4.08

Maio de 68 em Portugal - um testemunho

O Jorge Nascimento Fernandes leu o meu «Foram diferentes os Maios» e sentiu-se «interpelado» a falar do seu Maio 68.

Era então estudante e militante do PC (hoje não sei se é mais do que ex-várias coisas, como tantos de nós) e, no Trix-Nitrix, «conta como foi» (*).

São testemunhos deste tipo que funcionam como peças de um puzzle que vamos tentando reconstituir – neste caso, Maio de 68 em Portugal.

-----------------------------------------------------------------------
(*) Também publicado no DoteCome, a casa do Fernando Redondo, onde tanto o Jorge como eu nos iniciámos em lides blogosféricas.

4 comments:

Jorge Nascimento Fernandes disse...

Cara Joana
Obrigado pela sua transcrição do meu post.
Para esclarecimento dos possíveis leitores, fui militante do PCP durante anos e anos. Não sei quando fui considerado pela Direcção do mesmo como inapto para continuar a ser seu militante. Sei que aderi desde o princípio, e faço hoje parte da Direcção do Movimento Renovação Comunista.
Para que conste

F. Penim Redondo disse...

Quero mandar daqui um abraço ao Jorge com quem pratiquei as primeiras acções de propaganda quando entrei para o PCP em 1966, incluindo estampagem de panfletos e distribuição pelas caixas do correio para as bandas da Graça e do Alto de S. João.
Também estive com ele na Direcção do Cineclube de Universitário antes de ir para a tropa em 1967.
Só não consigo ter a pachorra dele para aturar a Renovação Comunista.

Um grande amigo e uma memória de elefante...

Joana Lopes disse...

Pois, Jorge, pus aquilo dos ex-várias coisas, porque não sabia se ainda andavas pelos Renovadores.

Cada um renova-se como pode, Fernando!

Marisa disse...

Jorge Nascimento: sou jornalista e trabalho em pesquisa de conteúdos para um novo programa de televisão. Um dos temas é o Maio de 68 em Portugal e procuramos pessoas que tenham alguma história para contar daquela época. Solicito a sua colaboração, se estiver disponível, envie-me o seu contacto para o meu email:
marisa-feio@cbv.pt