16.10.12

Prós & Contras por 10 euros



Soube hoje que quem vai para a plateia do programa «Prós & Contras» recebe 10 euros (sujeitos a IRS, Segurança Social, etc., etc., porque se passa recibo). Acho bem: aquilo é uma espécie de «Preço certo» e, nos concursos, a RTP sempre pagou aos públicos figurantes.

Não sei como é feita a escolha de toda aquela gente, nem se há cachets diferenciados para primeira e segunda plateia. Mas é mais do que provável que muitas daquelas pessoas sejam as mesmas que aplaudem Malato na «Decisão Final». Aliás, copio o que alguém que esteve lá ontem me relatou: «E são habitués. Na fila do wc, cumprimentam-se todos, sabem as regras do programa (por exemplo, que o intervalo é demasiado curto para toda a gente conseguir ir ao wc e que não se pode entrar atrasado de forma nenhuma), falam entre eles com enorme familiaridade, perguntam pelo periquito e pelo gato.»

Só eu é que fico chocada com esta coreografia num programa deste tipo, de serviço público, que se pretende sério? Não podia decorrer numa sala mais pequena, com o público adequado, formado apenas por aqueles que acompanham quem está na mesa e que não recebem os tais 10 euros (talvez fosse mais incómodo para a apresentadora, eu sei...)? Uma plateia de circo é necessária, parcialmente paga por nós todos na conta da electricidade, btw? Seria muito diferente se a enchessem com espantalhos?
.

5 comments:

Lusitan disse...

A ser verdade sinto-me profundamente enganado. Já participei por duas vezes no programa e ainda não me pagaram nada!

"art"um cão que sonha... disse...

é mesmo isso!!!
No País do Carnaval...como falava Jorge Amado..o que é preciso é festa!!!

Anónimo disse...

Das poucas vezes que tentei ver o P&C, acabei por desistir. Acho um programa medíocre, com uma jornalista medíocre... Odeio solenemente.

Que sejam pagos? Não me faz diferença... só se me pagassem 1000€ é que ia ver um programa daqueles.

Anónimo disse...

Os figurantes e os figurões estão por todo o lado... e assim vai a nossa democracia "pelo cano"

Tienda Ofertas disse...

Acho que isso acontece em muitas cidades do mundo, no entanto, não deve ser assim, porque você tem que escolher um grupo adequado para este tipo de trabalho, e alguém vai aproveitar e só pretende cobrar 10 €