13.11.13

Nem sei como comentar




As fotografias mostram um baixo-relevo no Palácio das Nações Unidas em Genebra, («A criação do homem», uma obra onde é representado um homem nu), tal como é, e tapado antes da chegada da delegação do Irão a uma reunião dos membros permanentes do Conselho de Segurança, para não chocar aquela delegação.

E, no entanto, se eu quiser desembarcar em Teerão, terei de o fazer de cabeça tapada – razão pela qual, até hoje, resisti a visitar um país que todos dizem ser lindíssimo.

O Ocidente rastejando, vá lá saber-se com que vantagens e para quem.

(Fonte)

2 comments:

Luís Lavoura disse...

Não há nenhum "Ocidente" a rastejar: o palácio das Nações Unidas é de todos os povos do mundo, não é do "Ocidente". Todos são supostos sentir-se lá bem. Não é lugar em que o "Ocidente" tenha o direito de impôr os seus gostos e costumes.

Joaquim Carlos disse...

Tudo melindra um xiita, um sunita e um muçulmano mais inflamado, tal como qualquer coisa insulta e indispõe um organismo de Esquerda.

De joelhos e com mil escrúpulos, sim, gostam de nós.