19.10.20

19.10.2012 – O dia em que ficámos sem Manuel António Pina





Manuel António Pina morreu há oito anos e a memória do que representou com tudo o que lhe devemos deve manter-se intacta, sem deixarmos que vá sendo apagada pelo tempo que passa.

A ler: uma entrevista que Anabela Mota Ribeiro fez quando MAP tinha 65 anos.

A ver ou rever: um pequeno excerto de um excelente filme de Ricardo Espírito Santo.



A não esquecer: «A pensar de pernas para o ar»:

Pensar de pernas para o ar
é uma grande maneira de pensar
com toda a gente a pensar como toda a gente
ninguém pensava nada diferente

Que bom é pensar em outras coisas
e olhar para as coisas noutra posição
as coisas sérias que cómicas que são
com o céu para baixo e para cima o chão
.