9.11.12

O povo é sereno



Ninguém imagina que se pudesse convocar, hoje, uma manifestação de apoio ao actual governo! Mas foi o que aconteceu, em 9 de Novembro de 1975, em relação ao VI Governo Provisório e ao primeiro-ministro Pinheiro de Azevedo, por iniciativa de PS e PSD (secundados por CDS, PPM e PCP de P-ML). Contra as forças à esquerda do PS, obviamente.

Terreiro de Paço cheiíssimo (quando não era moda dizer-se que terá sido «a maior manifestação de sempre», ainda bem presentes que estavam as multidões de homenagem a Salazar...) e tudo como previsto, até que granadas de fumo e de gás lacrimogéneo rebentaram, e se ouviram alguns tiros, durante o discurso de Pinheiro de Azevedo. «O povo é sereno, é apenas fumaça!», gritou este, numa tirada que ficou para a pequena história.

A esquerda da esquerda viu a cena em casa, em directo televisivo (je, moi...) e riu a bandeiras despregadas. Quem lá estava não ganhou para o susto.


...