4.1.13

Já há almoços grátis?



Fizeram sucesso no Facebook este hipotético anúncio de um jornal e uma também hipotética resposta, cuja origem desconheço. E provocaram uma catadupa de comentários e alguma polémica.

Anúncio:
«Somos um restaurante pequeno e causal no centro da cidade e estamos à procura de músicos para tocarem de graça no nosso restaurante, podendo assim promover a sua música e vender os seus CDs. Este não é um emprego diário, e sim para eventos especiais que eventualmente se tornarão eventos diários uma vez que a ...resposta do público seja positiva. Preferimos que toquem Jazz, Rock, e outros ritmos mais leves, de todo o mundo e de várias culturas. Estás interessado em promover o teu trabalho? Então comunique-se connosco o mais rápido possível.»

Resposta de um músico:
«Feliz Ano Novo! Eu sou um músico, com uma casa grande, à procura de um dono de restaurante que venha a minha casa promover o seu restaurante ao fazer comida de graça para mim e meus amigos. Isto não aconteceria diariamente, mas a princípio em eventos especiais, os quais poderão eventualmente crescer e se tornar algo grande e diário, se a resposta for positiva. Preferimos carne de primeira e refeições exóticas e culturais. Você está interessado em promover o seu restaurante? Então comunique-se connosco urgentemente!»


E um dos meus comentários: «É verdade que vivemos num país em que as duas primeiras figuras do Estado (PR e presidente da AR) trabalham de borla quando podiam estar em casa a gozar as reformas. E se eles nos dão música!» 
.