25.3.14

Douce France – em contagem decrescente para uma segunda volta



A França agita-se, de Norte a Sul, em contagem decrescente para a segunda volta das eleições autárquicas e a viver as últimas horas em que são permitidas fusões e retiradas de listas. Vale a pena dar uma vista de olhos pela movimentação.

Se era esperado sucesso do Front National na primeira volta, que teve lugar no Domingo passado, não deixou de ser um choque, não só para os franceses como para a Europa em geral, a posição que conseguiu alcançar em alguns círculos importantes, com fortes hipóteses de vitória final. Uma das situações mais flagrantes foi a de Avignon, onde o partido de Marine Le Pen ficou em primeiro lugar. Sede de um mítico festival de teatro, viu o respectivo director ameaçar com a debandada se a segunda volta repetisse o resultado da primeira.


(Não será o caso, em princípio, já que o Partido Socialista e o Front de Gauche acabam de decidir fundir as respectivas listas.)

Significativo – e preocupante – é este gráfico que mostra a contabilização de votos, por tendência política, na primeira volta. (Fonte)


Liberté, egalité, fraternité? 
.