10.11.19

Bem-vindo, puto



«Bem-vindo, puto. A um país moderno, que consegue atrair investimento estrangeiro e uma das maiores, senão a maior, cimeiras tecnológicas de inovação e empreendedorismo, que conquistámos à Irlanda, onde nasceu, acenando com uns milhões mais. É mesmo perto do sítio onde foste encontrado, salvo por um sem-abrigo, para quem se pedem há uns anos políticas efetivas.

Ali ao lado, nesse megaevento, que não se pode criticar porque é na capital e este país, com uma democracia que deveria estar madura, ainda convive mal com a liberdade de expressão, ora chamando de extrema-esquerda, ora de extrema-direita, ora populista, ora marrano do interior, ora alentejano, ora lá do Norte, ora lá do Centro, se não fores de onde eles são e de onde eles decidem, neste país, escrevia, o primeiro-ministro acaba de anunciar uma vontade gigantesca de construir um novo espaço para essa feira digital que, podes apostar, será construído mais depressa do que as instalações das crianças com cancro do Hospital de S. João, no Porto, há anos e anos a serem tratadas em contentores. Isto na mesma semana em que os médicos descartam responsabilidades por eventuais falhas em serviços de urgência, por, dizem, não terem os recursos necessários.

Não, puto, não somos populistas. Nem extremistas.

Bem-vindo, puto. A um país onde milhares de pessoas ainda sobrevivem à custa da agricultura de subsistência, mesmo aí ao lado de onde nasceste, onde a indústria que emprega e que poderia ser o presente e o futuro resiste à conta da difícil iniciativa privada, onde o salário mínimo só em 2018 igualou o poder de compra de 1975, onde os grandes negócios se fazem à sombra do Estado e o Estado sabemos quem é, são os tais que somam aos negócios negociatas com a Banca negociando depois com a mesma Banca perdões astronómicos que os contribuintes pagam. É um país que precisa do Estado, profundamente funcionalizado, sem o qual não seriam, imagina tu, apenas 20 por cento os portugueses no limiar da pobreza, mas muitos mais por essas ruas onde foste encontrado.

Bem-vindo, puto. É!, o quadro não é muito bonito, mas vá lá, ainda é um país onde há esperança, não ligues a esta tirada mais cristã, e onde, apesar de tudo, pobres ou ricos, ainda há gente que não é indiferente e nos faz acreditar.»

.

1 comments:

Viorica Dăncilă disse...

Hola, estoy muy feliz de encontrar el contacto por correo electrónico del Dr. Hemiso hechizo de amor magic man (herbalisthome01 @ gmail. Com). Copié de la sección de comentarios del blog en línea, le envié un mensaje de correo electrónico para ayudarme con la porción de amor mágico para devolverme a mi ex amor En casa, seguí todas las instrucciones del Dr. Amiso cuidadosamente las oraciones paso a paso y el encantamiento que hice yo solo en mi casa con velas encendidas por la noche. El Dr. Amiso me cuenta todo lo que puedo hacer en mi casa durante las oraciones nocturnas. Hice todo lo que me indicaron. comenzó a funcionar para mí, ya que pocas horas después recibí una llamada telefónica de mi esposo, estaba tan sorprendido y conmocionado porque dejó de llamarme o enviarme mensajes de texto desde hace tres meses, ahora inmediatamente realizo una oración de amor. esposo Alex, regresó a casa para disculparse conmigo, estoy tan feliz de cómo la porción de amor está trabajando positivamente en mi esposo dentro de dos días que está de vuelta en casa. En este momento, mi esposo y yo estamos viviendo felizmente enamorados más que nunca. Agradezco al Gran Dr. Amiso por sus talentos talentosos. Al principio tenía miedo a la duda, pero lo probé y funcionó para mi bien. Recomiendo sinceramente la solución de hechizo de amor Dr.Amiso a todos los que buscan restablecer la relación amorosa perdida o el hechizo de amor para encontrar una verdadera pareja de amor, casos de cáncer o divorcio, promoción y éxito laboral, problemas de salud o maritales, quieren ser reconocidos en el mundo gane casos judiciales, su empresa se niega a pagarle, deje de llorar, envíe un correo electrónico al Dr.Amiso en herbalisthome01 @ gmail. com