26.11.13

Convergem na botija



Bem podem Cavaco, as troikas, os cínicos porta-vozes do governo e um batalhão de comentadores falar da necessidade de consensos e de convergências. Tal como o algodão, há números que não enganam.

Está a ser votado neste momento um Orçamento para o qual a oposição apresentou 375 propostas de alteração, das quais apenas terão passado 6 (quando foram introduzidas quase todas as da maioria).

Um das 6 aprovadas, do PS, diz respeito à aproximação entre o preço do gás natural e do gás de botija, actualmente muito mais alto. A maioria aceitou-a, certamente com a esperança de que escape ao olho vigilante dos mercados.

(Fonte)