18.11.14

O aviário faliu



«Os vistos "gold" eram as galinhas dos ovos de ouro deste Governo. O aviário faliu. A corrupção matou a galinha, porque ninguém mais vai confiar que ela tinha um tesouro dentro.

A corrupção aniquilou a credibilidade dos vistos "gold" portugueses, fez implodir um ministro e arrasou parte da elite policial do país, do SEF ao SIS. Sobretudo transformou em cinzas a credibilidade do Estado, permeável até ao mais nível do pecado da gula e da ganância. A tutela moral do Estado, em sectores cruciais como a justiça e a segurança, é agora uma chalaça. (...)

Os últimos meses estão a transformar Portugal numa comédia de horrores, transfigurando grotescamente aquilo que era a elite nacional. Cai o rei de copas, cai o rei de espadas, cai o rei de ouros, cai o rei de paus, cai tudo e não fica nada, cantava alguém. Não fica: nem autoridade do Estado, nem moral para se pilhar com impostos os rendimentos dos portugueses que trabalham e que deixaram de acreditar no que quer que seja.»

Fernando Sobral