7.10.18

Dica (815)




«Agora, o que temos mesmo de esclarecer é o essencial: 1) em Tancos roubaram-se armas e urge apanhar os ladrões; e 2) em consequência do roubo, militares e não se sabe quem mais envolveram-se numa manobra para proteger os ladrões. Os responsáveis de 1) e de 2) devem ser perseguidos e punidos. E devemos saber tudinho sobre isso.

Entretanto, que um hipotético caso Azeredo Lopes não lance poeira para cima da resolução do 1) e do 2). Um ministro cair é irrelevante perante a gravidade do 1) e do 2). Mais importante que estes, só um 3), com o ministro Azeredo Lopes a participar no roubo das armas e/ou no encobrimento da entrega das armas. Sobre os dois primeiros casos, grito perguntas. Sobre o 3), confesso, não estendo por enquanto microfones.»
.