5.12.19

O negócio é uma arma



… do «socialismo». Cada vez me parece mais evidente por que motivo esta criatura é o número dois do actual governo.


«O Governo deixou cair uma lista detalhada de 16 exigências que a lei das Parcerias Público-Privadas (PPP) tinha como guião para o lançamento e adjudicação de PPP passando a definir que, nas próximas parcerias, os pressupostos são fixados separadamente para cada parceria. Isto significa que o Conselho de Ministros fará uma análise, caso a caso, sobre as exigências para cada PPP. Análise custo-benefício é um dos critérios que desaparece.»
.

1 comments:

Francisco Manuel Gentil Apolónio disse...

É uma arma contra os Trabalhadores e os Povos porque não visa o bem comum mas "encher os bolsos de algum"!