21.3.10

De novo nas origens


Tudo começou com uma troca de comentários no mashamba, seguiu-se um texto que escrevi sobre O meu padrinho mulato - Karel Pott, advogado em Lourenço Marques -, um mail de um sobrinho recebido poucas horas depois, um neto que me apareceu no Facebook.

Pelo meio, uma conversa telefónica com alguém que não só conheceu Karel Pott como o meu próprio pai, mails trocados com bloggers do mashamba, referências ao meu texto noutros blogues moçambicanos, uma fotografia antiga do tal prédio Pott, hoje em ruínas, uma entrevista a José Craveirina («o Dr. Karel Pott, que foi uma referência muito forte na minha vida»).

Hoje, é sobretudo para essa magnífica cidade do Maputo, onde nasci, que vai este post com mais alguns dados que me foram enviados pelo sobrinho, Hendrik Pott: «Consegui retirar toda esta informação da nossa árvore da família e coloquei a sua foto para que o resto da família possa vê-la quando bebé com o nosso tio. Coloquei o seu endereço e vai receber mais informações sobre ele.» Assim o espero.

Se ainda me lembrava perfeitamente de que KP fazia anos a 20 de Agosto (estranhíssimo, mas é verdade...), recordaram-me agora que nasceu em 1904 e fiquei a saber que morreu em 1953 – com 49 anos apenas, portanto.

Teve seis filhos e, tal como diz um deles, Karel Albert (um dos dois com quem cresci durante os primeiros anos da minha vida), bem podiam, em conjunto, «escrever um livro fantástico sobre este pai, homem, advogado e atleta, que fez história em Moçambique».





Karel Monjardin Pott (1904 - 1953)
Son of Gerard and Angelina Moyasse.
Husband of Elvira Ferreira Pereira and Ernestina (Lulu).
Father of Karel Albert, Maria Suzette, Ana Paula Carlota, Luís Filipe Domingos, Manuela and Elsa Marina.
Half brother of Hendrik Gerard, Mary, Jeantine, Gerard, Jan, Hendrik Jan Robert, João Jan Gerard, Cornelia Marie, Gerard, Mauritz, Sophie, William, Carlota and Ernest.

I’am his son ( Karel Albert) stating on his behalf.
I think that among all his sons (and we are 6), we could write a fantastic book about this father/man/lawyer/and athlete that made history in Mozambique.
He represented portugal in the Olympic games of Paris in 1924 in athletism, together with Gentil dos Santos, athlete also from Mozambique. During these games they got to meet Johnny Weissmuller that became the first movie Tarzan.
During his activities in Lourenço Marques (Maputo - Moçambique) he led movements to stop the apartheid in the Portuguese colony, as well as a campaign , that led to close the gambling casinos existing there at that time.