2.7.11

A nova caverna em terra de Platão


Os gregos em fuga no metro da Praça Syntagma, perseguidos por gases lacrimogéneos criminosos, trazem à memória o velho mito descrito pelo filósofo de Atenas. Na antiga alegoria, um escravo consegue sair da caverna e ver o mundo real. Mas, se decidisse regressar à gruta para explicar aos outros que as sombras que viam não eram a realidade, estes recusariam acreditar e ameaçá-lo-iam de morte.

As soluções impostas para a actual crise grega são tão paradoxais que ninguém quer verdadeiramente encará-las. Mas quem as decide, e as aceita, contenta-se com a visão das sombras. Até um dia.

(A partir daqui.)
.