26.3.14

As famosas «Listas do MUD»



Recolher 57.131 assinaturas, em 1945, em menos de um mês, para apoiar um Movimento de forte oposição à ditadura, foi certamente uma tarefa homérica, difícil de imaginar hoje com as facilidades de que dispomos. Mas foi uma realidade.

Em 8 de Outubro de 1945, numa sessão pública realizada no Centro Escolar Republicano Almirante Reis, em Lisboa, foi criado o Movimento de Unidade Democrática (MUD) e lançado um abaixo-assinado de adesão às resoluções aprovadas na referida sessão, nas quais se reclamava ao Governo e ao Presidente da República adiamento das eleições por seis meses, preparação de um novo recenseamento eleitoral, autorização para a formação de partidos políticos, lançamento de novos jornais e protecção às liberdades individuais.

Foi assim que nasceram as famosas 2.605 «Listas do MUD», que, caídas nas mãos do Ministério do Interior e logo entregues à PIDE, constituíram, durante quase trinta anos, uma das referências persecutórias da polícia política que organizou fichas de todos os signatários, carimbando e numerando todas as folhas preenchidas.

São agora notícia porque acabam de ser digitalizadas pela Fundação Mário Soares e disponibilizadas online na Casa Comum, e passaram portanto a ficar à disposição de quem se interessa pela preservação da memória. Trata-se de um dos documentos históricos mais relevantes da resistência ao regime fascista.

Informação adicional.
.