10.5.14

Cinco anos, cinco chumbos



Um alerta de Pedro Santos Guerreiro, no Expresso de hoje, em texto intitulado «Importa-se de não repetir?», não podia ser mais oportuno: é bem provável que venham aí grandes e más surpresas! E sublinhe-se: cinco anos, cinco chumbos do TC. E insiste-se.

«Nem é ameaça, é probabilidade: o Tribunal Constitucional chumba medidas, o Governo aumenta impostos. Mas que impostos pode ainda aumentar? Ui...

O Governo assumiu a pressão sobre o Tribunal Constitucional como nunca antes tinha feito. Desta vez, o primeiro-ministro deixa claro que um chumbo será "perturbador" para Portugal, que haverá novo aumento de impostos e que até a última tranche do empréstimo do FMI ao país pode estar em causa. (...)

Este Governo já colecciona cinco chumbos do Tribunal Constitucional em cinco anos. Para o próximo possível (ou provável) chumbo, o primeiro-ministro tem de ter um plano B mas provavelmente escondeu-o de si próprio. Dependendo do valor em causa, as medidas de substituição poderão envolver montantes tão elevados que fazem dos arredondamentos anunciados na semana passada (...) uma pequena colher de chá.»
.