31.5.07

Amar Deus, a Pátria e a Família


Os 5 projectos:

1º - AMAR: a Deus; à minha Pátria; à minha Família.

2º ESTUDAR: a minha religião para ser uma católica convicta; as minhas lições para não ficar uma ignorante.

3º AMPLIAR OS MEUS CONHECIMENTOS: com boas leituras, bom cinema e visitas a museus e exposições interessantes.

4º APRENDER: a governar a minha casa.

5º DISTRAIR-ME: sã e alegremente


(Revista Ao Largo,
Orgão da Juventude Escolar Católica Feminina, 1945)


Isto foi escrito em 1945, enquanto o mundo festejava o fim da Segunda Guerra e descobria muitas outras liberdades.

Em Portugal, moldavam-se assim as cabeças dos adolescentes. Só passaram 60 anos – será necessário mais tempo para que os efeitos desapareçam.



1 comments:

carlosfreitas disse...

Tenho pensado o mesmo. Aliás as muitas leituras realizadas últimamente sobre o Estado Novo e os efeitos da propaganda levaram-me a concluir que esse é o problema actual da nossa sociedade. A que nasceu e viveu durante o regime "estado-novista" inconscientemente, alíás é nele, no inconsciente que ficaram gravadas, imagens, sons, frases, etc., etc., propaladas e repetidas até à exaustão. As novas gerações, enformadas noutros cânones, provavelmente serão elas a encerrar o ciclo. As mentalidades, diria Vitorino Magalhães Godinho, falando historicamente, são uma estrutura de muito, muito, longa duração. Em relação às mentalidades essa sensação é de quase imobilidade.